Morelli NutriçãoMorelli Nutrição

Dicas

Funcionais: Tomate

Tomate e a Prevenção de Câncer

O tomate é um dos frutos mais consumidos no mundo. Os tomates contêm cálcio, ferro, vitamina C e vitamina A. Por sua grande quantidade de antioxidantes e seu alto grau de potássio, o tomate é um dos vegetais mais saudáveis que existem.
O tomate é rico em Licopeno uma substância que dá a cor avermelhada não só ao tomate, mas também para a melancia, beterraba, pimentão, entre outros alimentos. O Licopeno é um antioxidante que, quando absorvido pelo organismo, ajuda a impedir e reparar os danos às células causados pelos radicais livres, evitando o envelhecimento precoce da pele.

Uma pesquisa divulgada pela Escola de Medicina de Harvard (EUA), em 1995, acompanhou os hábitos alimentares de 48 mil homens americanos por seis anos. Os resultados demonstraram uma associação importante entre o consumo de tomates e o menor risco de câncer de próstata. Foi estimado que o consumo de duas porções por semana, em comparação com a não-ingestão, pode reduzir o risco de câncer de próstata em até 34%. A associação foi mais forte para os produtos à base de tomate que para os tomates frescos. Outro estudo publicado pelo Journal of the National Cancer Institute em fevereiro deste ano, concluiu que o consumo de tomates e produtos à base de tomate poderia reduzir o risco de desenvolvimento de diversos tipos de câncer. As evidências mais fortes foram para o câncer de pulmão, próstata e estômago. Os dados também sugeriram um risco reduzido de câncer de cavidade oral, esôfago, pâncreas, intestino grosso, reto, colo de útero e mama.

A biodisponibilidade na dieta do licopeno parece depender de diversos fatores, no entanto, é mais bem absorvido de alimentos cozidos.

Criado em: 25-11-2010 - Alterado/Corrigido em: 29-06-2012

As informações contidas no site MORELLINUTRICAO possuem apenas caráter educativo.