Morelli NutriçãoMorelli Nutrição

Alimentos Funcionais

Alimentos Funcionais

 

 Você sabe o que são alimentos funcionais?

São alimentos que, além de fornecer nutrientes, têm a capacidade de atuar sobre a saúde das pessoas, reduzindo o risco de doenças. É possível reduzir o risco de doenças como diabetes, câncer e doenças cardiovasculares, em geral, consumindo alimentos funcionais diariamente.

Soja
É um importante inibidor de doenças, por possuir várias substancias com ação preventiva. Uma dessas substâncias é o fitoesterol, que reduz o risco da osteoporose, do câncer de mama, de próstata e de cólon. Os fitoesteróis amenizam os sintomas da menopausa e reduzem os níveis de colesterol. Outra substância é inibidor de protease, que reduz o risco de desenvolvimento do câncer de cólon, da boca, do pulmão, fígado, pâncreas e esôfago.

Tomate
Possui uma substância com alto teor antioxidante, o licopeno, que reduz o risco de câncer de próstata e parece reduzir também o câncer de pâncreas, intestino grosso, reto, esôfago, cavidade oral, mama e colo do útero.

Repolho, couve, couve-flor, couve-de-bruxelas, brócolis
São vegetais que possuem substancias chamadas glicosinolatos e estimulam a função de desintoxicação do fígado, o que favorece a eliminação de agentes formadores de câncer. Esses vegetais reduzem o risco de câncer de bexiga e de mama e inibem o crescimento de tumores em geral.

Alho
A aliina, que é transformada em alicina quando o alho é esmagado ou triturado, desempenha importante papel na redução de risco de alguns tipos de câncer, como de pulmão, estomago e fígado, e tende a diminuir a pressão sanguínea e os níveis de colesterol. A alicina atua como bloqueadora da ação de nitrosaminas e da aflatoxina, que são potentes causadores de câncer. Possui, também, componentes sulfúricos, que estimulam a atividade imunológica do organismo, protegendo-o contra doenças infecciosas.

Frutas cítricas
Frutas como laranja limão, mexerica e lima possuem terpenos e limonóides, que protegem o organismo de substâncias que estimulam a formação de câncer. Outro efeito produzido por essas substâncias é a redução da taxa de colesterol do sangue. Essas frutas também possuem vitamina C, que é antioxidante.

Chá verde
Também conhecido como chá chinês, possui uma substância chamada catequina, que provavelmente reduz o risco de desenvolvimento de alguns tipos de câncer, como o de mama.

Uvas e vinho
A casca da uva (e por isso o vinho) contém compostos fenólicos, resveratol e quercetina, que diminuem o risco de aparecimento de doenças cardiovasculares e arteriosclerose e reduz o risco também de desenvolvimento de vários tipos de câncer. Mas cuidado! O consumo de vinho acima de um cálice por dia torna-se prejudicial à saúde. O álcool é um dos fatores desencadeantes de câncer de boca, faringe, laringe, esôfago, cólon, reto e mama, além de prejudicar a digestão e a função do fígado, se consumido em excesso.

Cereais
Principalmente os integrais (que não passam por refinamento) são ricos em fibras, carotenóides, tocoferóis e tocotrienóis, selênio e fenóis. Graças a esses componentes, os cereais têm a capacidade de reduzir o colesterol sanguíneo e diminuir o risco de desenvolver câncer em órgãos do sistema digestório, principalmente de estômago, cólon, mama e reto.

Verduras e folhas em geral, sementes, cascas e talos de hortaliças
São ricos em fibras insolúveis, que auxiliam no funcionamento do intestino grosso e reduz a incidência de câncer de pâncreas, cólon, reto, amam e útero.

Peixe e óleo de peixe
Contêm ácidos graxos Omega-3, que diminuem as chances de se desenvolver doenças cardiovasculares, como a hipertensão arterial, a arteriosclerose e complicações de doenças inflamatórias, também ajuda na redução do risco de câncer de mama, cólon, pele, pâncreas, próstata, pulmão e laringe.

Leite e derivados
Possuem cálcio, que reduz o risco de osteoporose e do câncer de cólon. Leites fermentados e alguns tipos de queijo possuem também probióticos, que agem sobre a flora bacteriana do intestino, dificultando a fixação de bactérias prejudiciais à saúde e melhorando o aproveitamento de determinados nutrientes. Os probióticos também reduzem o risco do câncer de cólon, e controlam os níveis de colesterol no sangue.

 

Criado em: 25-11-2010 - Alterado/Corrigido em: 07-12-2010

As informações contidas no site MORELLINUTRICAO possuem apenas caráter educativo.