Morelli NutriçãoMorelli Nutrição

Cereais

Tipos de Cereais: Milho, Aveia, Centeio, Cevada, Sorgo, Painço, Triticale, Amaranto e Trigo.

Milho
É uma boa fonte de energia, pois contém um alto teor de carboidratos, boas dosagens de proteínas, é rico em fibras, vitaminas do complexo B e vitamina C.
Existe uma grande variedade de formas de apresentação do milho. São elas:

 

Aveia
A aveia é um cereal, em geral, bastante valorizado por seu bom conteúdo protéico, calórico e de fibras. Em flocos, farinha, flocos finos, pode ser consumida ao natural com frutas e com bebidas. Exemplos de preparações feitas com aveia: mingau, sopas, tortas salgadas e doces, biscoitos, pães e bolos.


Centeio
É um cereal de valor dietético, rico em fibras, sais minerais e aminoácidos essenciais, pobre em calorias. O grão de centeio na forma de farinha tem cor escuta, devido à trituração do grão com a casca. Muito utilizado na preparação de pães, deve ser misturada com farinha de trigo porque possui pouco glúten.


Cevada
Um grão bastante nutritivo. Utilizada da mesma forma que o trigo em preparações como pães e massas, a cevada é bastante utilizada para a obtenção do malte, que é empregado para o preparo de cerveja e uísque.

 

 

 

Sorgo
É um cereal de origem africana, que cresce em regiões semiáridas. Composto por proteína, gordura, carboidratos, fibras, ferro, vitamina B1, B2. É um alimento de consumo humano, mas também utilizado na alimentação de animais.

 

 

 


Painço
Também conhecido como milhete ou milho-painço, este cereal apresenta diversas espécies. Menor que o trigo e o arroz, com alto teor de fibras, também contém proteína, carboidrato e gordura.

 

 

Triticale
É o primeiro cereal criado pelo homem e que gerou um impacto econômico significativo. Este cereal é o resultado do cruzamento de dois cereais: o trigo e o centeio. É rico em aminoácidos e algumas variedades de triticale são ricas também em proteínas.


Amaranto

Extraído de uma planta originária do Peru, tem a forma de uma pequena polinha, de cor bege, e de grande potencial nutritivo. Possui cerca de 15% de proteínas, com qualidade biológica comparada a do leite e superior a de outros vegetais, como a soja e o feijão. O amaranto também é rico em fibras, e é fonte de zinco, fósforo e cálcio. Preparações como tortas podem ser feitas com amaranto, que pode ser consumido por pacientes celíacos (intolerância a alimentos à base de trigo, aveia, centeio e cevada).

 


Trigo
O grão do trigo é composto de casca, gérmen e endosperma, sendo este ultimo o mais presente, na moagem, este é separado dos outros constituintes e moído para dar origem à farinha branca.

Deste cereal, o derivado nobre é a farinha, que é classificada comercialmente em função da qualidade do seu glúten.

Do trigo não se obtém apenas a farinha. Outras formas do trigo que também são utilizadas na culinária incluem: o trigo laminado, utilizado para quibe e salada; o trigo em grãos, usado para o preparo de sopas, saladas, refogados; a semolina 9resultado da moagem da parte nobre do trigo usado para panificação e massa), que é rica em glúten e o farelo do trigo, muito utilizado em receitas do segmento da alimentação naturalista.

Glúten: é um complexo protéico, do qual se destacam a glutenina e a gliadina. Ele e responsável pela quantidade de produtos de panificação, por exemplo. Quando a massa do pão que contém glúten é sovada, ele se desenvolve. Com isso, o pão cresce e a massa torna-se mais elástica. Há pessoas, entretanto, que têm intolerância ao glúten, chamados de celíacos, e que devem privar-se de alimentos que apresentam este componente, por exemplo, bolos, massas etc, que contenham trigo, aveia, centeio e cevado em sua composição.


Criado: 29-11-2010 - Alterado/Corrigido em: 07-12-2010

As informações contidas no site MORELLINUTRICAO possuem apenas caráter educativo.